Assista o vídeo

Emprego na pista

A sua carreira na via expressa para o sucesso.

Emprego na pista

A sua carreira na via expressa para o sucesso.

sobre
o projeto

O Programa “Emprego na Pista”, do Governo do Estado de Santa Catarina e operacionalizado por meio do DETRAN/SC e do SEST SENAT, nasceu para promover a inclusão social e dar oportunidades de vagas de emprego aos interessados que querem fazer uma primeira habilitação, ou mesmo, para quem quer crescer na carreira no mercado de transporte terrestre, através da mudança de categoria da CNH.

O grande diferencial do “Emprego na Pista” é a entrega de motoristas mais preparados para enfrentar o mercado, afinal a CNH pode ser vista como uma excelente ferramenta de trabalho, que gera inúmeras oportunidades de uma vida melhor.
Todas as Carteiras de Habilitação serão emitidas com a marca “EAR” (Exercício de Atividade Remunerada). A exceção é a 1ª habilitação, na categoria A.

O grande diferencial do “Emprego na Pista” é a entrega de motoristas altamente capacitados e prontos para enfrentar o mercado, afinal a CNH pode ser vista como uma excelente ferramenta de trabalho, gerando inúmeras oportunidades de vida. 

À exceção da 1ª habilitação, na categoria A, além da inclusão na categoria C, D, E – todas as Carteiras de Habilitação serão emitidas com a marca “EAR” (Exercício de Atividade Remunerada).

Entenda o programa

1ª Habilitação

A quem ainda não possui a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

1ª Habilitação

A quem ainda não possui a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

1ª Habilitação

A quem ainda não possui a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

1ª Habilitação

A quem ainda não possui a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Quem pode participar?

1ª Habilitação

A quem ainda não possui a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Mudança de Categoria

Quem já é motorista, mas deseja subir de categoria e dirigir ônibus e caminhões.

Inclusão de EAR

Exclusiva para motoristas da Categoria A, C, D e E que já atuam no setor de transporte de terrestre.

Como o Programa vai funcionar?

O Estado de Santa Catarina vai custear os serviços referentes a 1ª Habilitação, Mudança de Categoria ou Inclusão de EAR.

O SEST SENAT vai auxiliar o DETRAN na operacionalização do Programa, porque já tem uma grande experiência na execução desse tipo de serviço.

O SEST SENAT fará a conferência dos documentos e, quando necessário, recrutará a Secretaria de Assistência Social para consulta ao banco de dados do CADúnico.

Com a documentação correta, os candidatos serão direcionados aos Centro de Formação de Condutores (CFC) para iniciar as aulas teóricas.

Após o exame teórico, o aluno realizará 02 cursos de 04 horas de duração cada, oferecidos pelo SEST SENAT. São cursos profissionalizantes, por exemplo:
– Comunicação verbal e não verbal;
– Noções de empregabilidade;
– Noções de Gestão de pessoas;
– Noções de percepção de riscos;
– Qualidade de vida no trabalho;
– Qualidade no atendimento ao cliente;
– Relacionamento interpessoal e ética no trabalho;
– Noções de gestão do tempo
Depois de concluído, o aluno está apto a iniciar as aulas práticas. Ao realizar o exame prático de direção, o motorista sairá do Programa com uma CNH com marca EAR (Exercício de Atividade Remunerada) e 02 (dois) cursos profissionalizantes. Pronto para encarar o mercado de trabalho!

Perguntas frequentes

01

O Programa CNH Emprego na Pista é uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina, em parceria com o DETRAN/SC e o SEST SENAT, que visa promover a inclusão social e oferecer oportunidades de emprego no setor de transporte terrestre através da obtenção ou mudança de categoria da CNH.

02

O programa é destinado a residentes de Santa Catarina que atendam aos requisitos específicos de cada modalidade: 1ª habilitação (Permissão para Dirigir- PPD), mudança de categoria ou inclusão de EAR na categoria A + curso de motofrete.

03

  • 1ª habilitação (Permissão para Dirigir- PPD)

  • Mudança de Categoria (para D ou E)

  • Inclusão de EAR (Exercício de Atividade Remunerada) + Curso de motofretista

04

  • Saiba ler e escrever
  • Seja maior de 18 (dezoito) anos
  • Possua cadastro de pessoa física (CPF)
  • Resida no Estado de Santa Catarina há mais de 2 (dois) anos
  • Possua cadastro ativo no CadÚunico (instrumento coordenado pelo Ministério da Cidadania, que tem como objetivo identificar e caracterizar as famílias brasileiras de baixa renda. Consulte Assistência Social de seu município)
  • Não possuir qualquer bloqueio judicial ou administrativo registrado em sistema que impossibilite o acesso à obtenção de CNH

05

  • Possua CNH nas categorias A, B, C, D ou E
  • Saiba ler e escrever
  • Seja maior de 18 (dezoito) anos
  • Possua cadastro de pessoa física (CPF)
  • Resida no Estado de Santa Catarina há mais de 2 (dois) anos
  • Possua cadastro ativo no CadÚunico (instrumento coordenado pelo Ministério da Cidadania que tem como objetivo identificar e caracterizar as famílias brasileiras de baixa renda. Consulte Assistência Social de seu município)
  • Não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir ou cassação de CNH
  • Não possuir qualquer bloqueio judicial ou administrativo registrado em sistema que impossibilite o acesso à obtenção de CNH

06

  • Possua CNH nas categorias B, AB, C, AC, D ou AD
  • Saiba ler e escrever
  • Possua cadastro de pessoa física (CPF) 
  • Resida no Estado de Santa Catarina há mais de 2 (dois) anos
  • Tenha, no mínimo, 21 (vinte e um) anos completos na data de inscrição, no caso de alteração de categoria D ou E
  • Possua CNH em situação válida na categoria “B” há pelo menos 24 (vinte e quatro) meses ou “C” há pelo menos 12 (doze) meses ou “D” há pelo menos 12 (doze) meses, como demais condições regulares para participação no processo de mudança de categoria, conforme determina o Contran e os órgãos de trânsito locais
  • Não tenha cometido nenhuma infração grave ou gravíssima, ou ser reincidente em infrações médias, durante os últimos 12 (doze) meses, conforme disposto no CTB
  • Não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir ou cassação de CNH;
  • Não possuir qualquer bloqueio judicial ou administrativo registrado em sistema que impossibilite o acesso à obtenção de CNH

07

  • Saiba ler e escrever
  • Possua cadastro de pessoa física (CPF)
  • Tenha, no mínimo, 21 (vinte e um) anos completos na data de inscrição
  • Possua CNH categoria A, há no mínimo 2(dois) anos
  • Não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir ou cassação de CNH
  • Não ter sido condenado por crime de trânsito enquanto durarem seus efeitos
  • Não possuir qualquer bloqueio judicial ou administrativo registrado em sistema que impossibilite o acesso à obtenção de CNH

08

1ª habilitação (Permissão para Dirigir- PPD), adição de categoria, mudança de categoria e inclusão de EAR na categoria A + curso de motofrete.

09

O SEST SENAT auxilia o DETRAN na operacionalização do Programa, conferindo a documentação dos alunos e direcionando-os aos Centros de Formação de Condutores (Autoescolas), quando necessário.

Além disso, o SEST SENAT vai ministrar os cursos de qualificação obrigatórios para todas as modalidades, e o curso de motofrete, para a modalidade “Inserção de EAR na Categoria A”.

10

Os candidatos devem realizar a inscrição através desse site “LINK DA INSCRIÇÃO”.

Os alunos selecionados receberão um e-mail do SEST SENAT com a relação da documentação que deverá ser apresentada.

11

Caso a documentação esteja correta, o aluno receberá, via e-mail, a confirmação e o termo de adesão ao Programa, que deverá ser impresso, assinado e entregue no ponto ou agência de atendimento do DETRAN do seu município. Além disso, o aluno deve levar o documento de identidade e comprovante de residência emitido no máximo há 90 dias.

O aluno será orientado a cada etapa do programa, via e-mail, inclusive quando se tratar do encaminhamento aos centros de formação de condutores (autoescolas).

12

  • Comunicação verbal e não verbal
  • Noções de empregabilidade
  • Noções de Gestão de pessoas
  • Noções de percepção de riscos
  • Qualidade de vida no trabalho
  • Qualidade no atendimento ao cliente
  • Relacionamento interpessoal e ética no trabalho
  • Noções de gestão do tempo

13

Após completar as aulas teóricas e práticas, e passar nos exames, o motorista sai do Programa com uma CNH marcada com EAR e cursos de qualificação no lugar de cursos profissionalizantes.

14

O tempo de duração pode variar conforme a disponibilidade dos alunos e dos centros de formação de condutores (autoescolas), portanto o previsto é que leve alguns meses.

15

Não, todos os custos dos serviços necessários para a obtenção ou mudança de categoria da CNH são cobertos pelo Estado de Santa Catarina.

16

Não, candidatos que estão cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir ou cassação de CNH não podem participar do Programa.

17

Interessados de qualquer município catarinense podem participar do programa.

Credenciamento de CFC’s e Clínicas

Os credenciados são parte essencial do “CNH Emprego na Pista”, pois é através deles que se dará a formação dos alunos.

Os Centros de Formação de Condutores, médicos, psicólogos e clínicas que tiverem interesse em aderir ao Programa e concordarem com os termos, serão bem-vindos!
Saiba mais

Parceiros do programa

SEST SENAT

Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte

Atuar na execução do programa, que vai desde a seleção dos candidatos até a garantia da presença desses em feiras de empregabilidade organizadas pelo Sest Senat.

SAS

Secretaria de Assistência Social

Prestar apoio e suporte no que se refere à orientação e esclarecimento de dúvidas dos participantes sobre o cadastro no cadúnico.

SPAF

Secretaria de Portos, Aeroportos e Ferrovias

Estabelecer uma rede de apoio entre os portos e aeroportos para fins de priorizar os candidatos do programa na contratação de mão-de-obra.

SICOS

Secretaria da Indústria, do Comércio e do Serviço

Colaborar no acesso ao mercado de trabalho por meio do sistema nacional de emprego (sine) e através de outros programas como, por exemplo, “a casa do trabalhador”.

SEBRAE

Serviço Brasileiro de Apoio ás Micro e Pequenas Empresas

Orientar tecnicamente os candidatos que emergem do programa, prestando consultoria na área de empreendedorismo através da CNH.

FENAMOTO

Federação Nacional dos Motoristas e Motoboys

Tem como objetivo defender os direitos e interesses dos trabalhadores da indústria automobilística

AMASC

Associação dos Motoristas e Aplicativos de Santa Catarina

Entidade que busque representatividade no cenário atual referente a atividade prestada pelos mesmos.

FABET

Fundação Adolpho Bósio de Educação no Transporte

Instituição que leva educação, treinamento e desenvolvimento para quem faz do meio de transporte o seu meio de vida. 

ARTERIS

Especializados em gestão de rodovias

Conectando pessoas e dinamizando o transporte de cargas por meio de investimentos em infraestrutura.

FETRANCESC

Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina

Garantir a 90% dos alunos formados no programa, na categoria E, uma entrevista de emprego no setor de transporte terrestre.

FABET

Fundação Adolpho Bósio de Educação no Transporte

Instituição que leva educação, treinamento e desenvolvimento para quem faz do meio de transporte o seu meio de vida. 

ARTERIS

Especializados em gestão de rodovias

Conectando pessoas e dinamizando o transporte de cargas por meio de investimentos em infraestrutura.